Vantagens que um Marketplace pode oferecer

Vender na internet não é uma tarefa fácil. Afinal, trata-se de um ambiente ultracompetitivo e extremamente vasto, em que os consumidores têm à sua disposição uma gama praticamente infinita de opções. Tudo ao alcance de poucos cliques. Então, nesse cenário, como conseguir visibilidade e aumentar as vendas da sua loja?

Pequenas e médias empresas têm cada vez mais aproveitado as vantagens de vender em marketplaces. O que só seria possível com um grande investimento em estrutura, as plataformas online oferecem de modo muito mais prático e acessível para os lojistas, colocando-os lado a lado com grandes marcas e empresas menores. Isso com grande visibilidade, sem custo de integração e em troca de comissões predefinidas em cada venda.

Em um marketplace, a empresa consegue divulgar seus produtos e usufruir de uma estrutura pronta para garantir uma boa experiência ao usuário, seja para atendimento, procura ou pagamento.

Além disso, como concentram diversos negócios em um só lugar, os marketplaces atraem um grande número de pessoas, ajudando a gerar tráfego e vendas para o site da empresa e a ampliar a base de clientes.

Com mais vendas, a empresa se consolida e amadurece em seu segmento, entendendo melhor o seu próprio público e ajudando no posicionamento do negócio junto ao mercado. Com tudo isso em mente, separamos algumas vantagens para vender em um marketplace e como sua empresa pode ganhar com este modelo de negócio. Acompanhe!

5 vantagens que um Marketplace pode oferecer para a sua empresa

1. Maior alcance

Uma das grandes dificuldades para quem começa no ecommerce é conquistar os primeiros clientes e atrair tráfego qualificado para sua loja virtual. Esse pode ser um processo demorado e que, em casos mais graves, pode comprometer o futuro da empresa.

Nesse sentido, uma grandes vantagens do marketplace é a visibilidade que ele traz para os seus lojistas. Afinal, essas plataformas nada mais são do que grandes shoppings virtuais de grandes empresas (Americanas, Amazon, Submarino etc.), que concentram, em um mesmo lugar, diferentes sellers, em pé de igualdade aos olhos dos clientes.

De acordo com a pesquisa UPS Pulse of the Online Shopper 2019, realizado pela PwC, nada menos do que 95% dos consumidores brasileiros que compram online usam marketplaces. Ou seja, empresas que ainda não fazem parte dessas plataformas estão deixando de se expor a milhares de clientes todos os dias.

2. Mais vendas

Se a esmagadora maioria dos consumidores brasileiros utilizam marketplaces, é natural imaginar que fazer parte desse modelo de negócio abre muitas portas para aumentar as vendas da sua empresa. De fato, segundo estimativas da ABComm, as plataformas de venda online já representam cerca de 35% do faturamento das empresas de ecommerce no Brasil.

Isso mostra como os marketplaces têm atraído o público com interesse de compra. Isso pode ser explicado por diferentes fatores, como a credibilidade das plataformas e das próprias marcas que comercializam seus produtos.

3. Facilidades para o cliente

Os dados revelam que os consumidores preferem os marketplaces. Mas por que será que isso acontece? A explicação está nas facilidades que o cliente encontra ao fazer compras nessas plataformas.

Tal como um shopping, é possível comprar itens de diferentes categorias em um só ambiente, sem a necessidade de abrir inúmeros sites diferentes. Só que os marketplaces oferecem ainda mais uma vantagem para o consumidor: a centralização do pagamento. Não importa quantos produtos foram adicionados ao carrinho nem a quantidade de fornecedores diferentes, para o cliente trata-se de uma única operação.

Essas facilidades estimulam o cliente a comprar e acabam favorecendo empresas que, fora dos marketplaces, talvez não tivessem as mesmas oportunidades frente a grandes players do mercado.

4. Menor investimento com infraestrutura

Uma das grandes vantagens do marketplace, especialmente para pequenas e médias empresas, é a possibilidade de se colocar no mercado, ao lado de grandes marcas, com um investimento bastante reduzido.

Ao se integrar a uma plataforma online, a sua empresa conta com toda a estrutura oferecida. Isso vai desde a centralização dos meios de pagamento e cálculo de frete até aspectos ligados à segurança das informações, atendimento ao cliente e ações de marketing.

Assim, em vez de ter que montar toda uma estrutura do zero, contratando designers e programadores, em um marketplace você pode cadastrar seus produtos e começar a vendê-los de maneira muito mais ágil e simples. Com essa economia, você pode focar melhor na gestão do seu negócio, criando ações para crescer e se consolidar no mercado.

5. Maior margem de contribuição

A margem de contribuição é uma das técnicas de precificação mais indicadas para quem deseja ter controle sobre o lucro real do seu negócio e ter uma base concreta para realizar as ações necessárias para alcançar o ponto de equilíbrio financeiro.

A grosso modo, a margem de contribuição representa o que “sobra” de cada venda, descontado do preço de venda os custos variáveis e as despesas diretas do produto, como impostos, comissões e taxas.

No caso de lojistas que atuam em marketplaces, devem entrar nesse cálculo elementos como comissão da plataforma sobre cada venda, custos com embalagens para envio, frete (se for a cargo da empresa) e quaisquer outros fatores que impactem na operação.

Ao definir seus preços com base na margem de contribuição, sua empresa passa a ter um melhor entendimento para crescer de modo sustentável e também mais facilidade para a realização de promoções e flutuações no preço, sempre com a certeza que não impactaram negativamente na saúde financeira do seu negócio.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para você! E se você quer conhecer mais sobre a Conecta Lá e entender como podemos ajudar você a entrar nos maiores marketplaces, fale conosco agora!