Público alvo, cliente ideal, e buyer persona

Para o sucesso do seu e-commerce é necessário focar também em campanhas de marketing, e para que elas tragam bons frutos é necessário entender o conceito de público alvo, cliente ideal e buyer persona.

PÚBLICO ALVO

É indispensável para qualquer empresa e qualquer segmento fazer o estudo do seu público alvo. Nada mais é que a reunião de dados demográficos, econômicos e comportamentais que representam um determinado perfil, exemplo: Homens, entre 20 a 40 anos de idade, sem filhos, residentes na cidade de São Paulo, com renda de até R$ 2.000,00, com ensino superior em andamento ou formado, e que tenham interesse em marketing digital. Uma vez definido, você agora poderá utilizar este perfil como público alvo para o determinado produto e focar suas campanhas nele.

CLIENTE IDEAL

O cliente ideal (ou ICP, Ideal Customer Profile) representa o seu melhor cliente, para definir o seu ICP você deve prestar atenção em alguns pontos em que o determinado perfil se destaca: identificação com a sua marca, engajamento, conhecimento sobre o seu produto, frequência de compra e resultados positivos com o seu produto. O processo para definir o ICP se assemelha muito com o processo de definição do público alvo, a diferença é que agora você deve considerar fatores mais relevantes como a frequência em que este determinado perfil compra o seu produto, ticket médio que este perfil investe e avaliações que faz referente aos seus produtos. Para manter um bom retorno de suas campanhas, é necessário que você revise frequentemente o seu ICP, é natural que exista por exemplo sazonalidade de algum produto e o seu ICP altere para outro perfil.

BUYER PERSONA

Também conhecido como persona, se refere a personificação do seu cliente ideal. É através deste estudo que você compreenderá melhor quem é o seu cliente e de que forma poderá ajuda-lo. Uma boa definição de persona tende a trazer resultados mais qualificados, uma vez que você estará direcionando melhor suas campanhas e mensagens. Construa todas as definições anteriores com precisão e sem achismos, chegar até sua definição de persona é importante, relevante e rentável. É natural que exista mais de uma persona, tudo vai depender do seu segmento, produto ou serviço oferecido. A recomendação é que não seja utilizado mais do que 5 personas dentro de uma mesma empresa. Para cada persona que você definir, deve-se criar uma campanha personalizada para cada. Para definir sua persona, você não deve usar de suposições. Pesquise bem o seu público e seja sistemático na hora de coletar dados de cada perfil.

Uma dica para coletar informações é utilizar as redes sociais da sua empresa, analise o perfil dos seus seguidores e colete dados. Agora, o foco será ainda maior em coletar dados mais relevantes do que na definição do cliente ideal, você precisa coletar informações como: os gostos do perfil, os costumes, as necessidades, objetivos pessoas, profissionais, e de que forma o seu produto ou serviço poderá ajudar o perfil. É partir desta definição que as campanhas serão cada vez mais aprimoradas, com palavras chave relevantes, e-mails marketing qualificados, linguagem atrativa para uma melhor abordagem, dentre outros benefícios que uma boa definição de persona traz para o seu negócio.

Gostou deste artigo? Quer conhecer outras dicas deste segmento? Cadastre-se e receba gratuitamente novos materiais:

Fale com um nosso consultor agora!

Estamos à sua disposição para atendê-lo!