Produtos Sazonais

Produtos sazonais estão presentes em diversos comércios varejistas, seja ele online ou não. Vender uma piscina no inverno por exemplo, pode se tornar uma tarefa difícil de concluir, mas que no verão se torna algo muito lucrativo. Ter um comércio sazonal pode trazer apertos em suas finanças e preocupações com faturamento, portanto trouxemos 5 dicas que podem ajudar você a ter um comércio estável o ano todo.

PLANEJAMENTO

Não, não vamos falar que você deve guardar parte dos seus lucros da alta temporada para “queimar” na baixa temporada. O que queremos destacar é que por trás das vendas de produtos sazonais existe um outro porém: os fornecedores. Quando a baixa temporada chega, geralmente não é só você que fica sem vender, mas seus concorrentes também. Isso acaba acarretando no tal “efeito dominó”, ou seja, se você e seus concorrentes não vendem, acabam não comprando novos produtos para repor o estoque, isto é, os fornecedores e indústrias também não vendem.

É neste momento que você pode se destacar com a possibilidade de negociar um grande volume de produtos com um belo desconto, podendo praticar um preço agressivo e atrair seus clientes. Mas cuidado, estude se o seu segmento é propício para esta estratégia, confira espaço físico para armazenamento do estoque extra e também datas de validade para produtos perecíveis, evitando assim problemas futuros.

MIX DE PRODUTOS

Abra a sua mente para ideias novas, invista em feiras de mercado, busque inovações no setor, traga atração para a sua loja. Os motivos que explicam a diminuição das vendas de produtos sazonais em baixa temporada são variados, mas você pode contornar isto trazendo outros produtos para oferecer ao seu cliente.

CONTROLE DE ESTOQUE

Você não precisa necessariamente comprar um sistema de última geração para isto, dependendo do tamanho do seu comércio você pode ter um ótimo controle do seu estoque através de planilhas gratuitas que você encontra na internet.

Registre tudo, todas as vendas, entradas, quantidades, custos e demais informações que julgar importante, pois com esta experiência você poderá analisar quais são os produtos que costumam sair com maior frequência em determinada época e quais não vendem tanto assim, podendo programar melhor a quantidade de suas compras e até mesmo abrir espaço para novos produtos.

ALTA TEMPORADA

Os melhores meses precisam valer a pena, portanto não deixe faltar produtos na alta temporada do seu negócio. Novamente voltamos a falar de planejamento e seu relacionamento com os fornecedores, faça uma análise dos produtos essenciais da alta temporada e trabalhe para que não ocorra rupturas que resultarão numa queda do seu faturamento.

Imagine que seu cliente visitou seu comércio, eletrônico ou não, e o produto que ele buscava estava indisponível, quais as chances dele voltar no seu comércio novamente? Pode ser que sim, se for um cliente recorrente, se for um cliente em que seu comércio seja um ponto físico próximo de sua residência, mas esta situação abre margem para que seu cliente conheça seu concorrente e não volte mais ao seu comércio.

INCENTIVE E SEJA CRIATIVO

As pessoas reagem a incentivos, e diante desta informação é preciso criar estratégias que possam incentivar seu cliente a comprar seu produto mesmo fora da temporada, como por exemplo: “compre sua piscina no inverno e economize até 40%”.

Dependendo do seu segmento você também pode criar incentivos em formato de combos, como “adquira sua piscina e ganhe os produtos para limpeza”, perceba que a piscina o cliente irá comprar uma vez só, mas os produtos que você está colocando como oferta bônus ele vai precisar comprar o ano inteiro para manter a água da sua piscina limpa e livre de contaminações.

Gostou das dicas que encontrou neste artigo? Receba semanalmente novos artigos, é grátis e você só precisa completar abaixo:

Fale com um nosso consultor agora!

Estamos à sua disposição para atendê-lo!