Marketplaces e Black Friday

A Black Friday 2020 deve ser a maior da história. É o que revela um levantamento feito pela empresa AppsFlyer e divulgado pela revista Exame. Vale lembrar que 2019 já havia registrado um aumento de quase 70% em relação ao mesmo período de 2018. Para este ano, portanto, a expectativa é que esse número seja ainda maior.

Em 2020, a Black Friday Brasil vai ocorrer no dia 27 de novembro. A data segue a consolidação da temporada de liquidações, que teve seu pontapé inicial com a semana Brasil, no início de setembro. Para este ano, as empresas já preparam uma das maiores temporadas da história.

Para aproveitar a alta demanda da data e vender mais, apostar nos marketplaces é uma boa alternativa para aumentar a visibilidade da sua loja e se beneficiar de estratégias de divulgação conjuntas.

Mas, afinal, como se destacar nos marketplaces durante a Black Friday? O que a sua empresa pode fazer para conquistar a preferência do consumidor em meio a tanta concorrência? Acompanhe e descubra!

Quais sãos as vantagens de vender em marketplaces na Black Friday?

Antes de vermos como se destacar nos marketplaces durante a Black Friday, vamos entender quais são os benefícios que essas plataformas podem trazer para a sua empresa durante a data:

Mais visibilidade

Marketplaces são verdadeiros shoppings virtuais, agregando uma série de lojas diferentes sob a credibilidade e a força de grandes marcas, como Submarino, Amazon ou Magazine Luiza.

Para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa feita pela consultoria PwC, 95% dos brasileiros que compram online utilizam marketplaces. Ou seja, fazer parte dessas plataformas é fundamental para se apresentar a consumidores ávidos por uma promoção e que, fora desses sites, talvez nem chegassem a conhecer a sua loja.

Mais competitividade

Os grandes players dominam o mercado e têm uma capacidade maior para oferecer descontos e realizar promoções atrativas. Durante a Black Friday, essa diferença é ainda mais exaltada. Ao integrar sua empresa com marketplaces nessa data, você tem a certeza de colocar seus produtos lado a lado com os de grandes marcas, aparecendo da mesma forma para os consumidores.

Mais praticidade

Na Black Friday, a divulgação é fator preponderante para gerar buzz e atrair a atenção dos consumidores. Como vimos, competir com os grandes players pode ser complicado, uma vez que essas empresas investem massivamente em marketing.

Quando sua loja está integrada a um marketplace, você se beneficia dos esforços de divulgação feitos pela própria plataforma, o que acontece de forma muito mais estruturada e com recursos aos quais você talvez não teria acesso.

Mais fidelização

Datas como a Black Friday trazem um aumento considerável na demanda, expondo sua marca a novos consumidores. Nesse sentido, trata-se de uma excelente oportunidade para conquistar de vez esses clientes, por meio de bons preços e, sobretudo, de um pós-venda impecável. Mantenha contato constante com o cliente, ofereça o suporte que ele necessitar e faça pesquisas de satisfação para encantá-lo e fazê-lo voltar.

Leia mais: O que esperar da Black Friday 2020 e como se preparar para ela

Como se destacar nos marketplaces na Black Friday 

4 cuidados essenciais

Estoque

Como comentamos, é bastante provável que a sua loja venda mais do que o normal durante a Black Friday. Por isso, é essencial planejar o estoque para garantir que haja produtos suficientes para atender à alta demanda, não correr o risco de oferecer produtos que já se esgotaram e não fazer com que o cliente tenha que esperar por muito tempo para receber seu pedido.

Para evitar esses contratempos, é preciso garantir um estoque maior do que a média do resto do ano. No entanto, você deve avaliar bem cada item, adquirindo aqueles que têm relevância para o seu negócio e evitando quantidades excessivas de produtos com pouca saída.

Curva ABC

A boa gestão do estoque durante a Black Friday é crucial para evitar a perda de receita. Para ajudar nessa tarefa, você deve conhecer a curva ABC do seu negócio. Trata-se de uma estratégia simples, em que você deve focar nos itens que mais contribuem com a sua receita (curva A), garantindo uma boa quantidade no estoque.

Já os produtos que têm menos saídas (Curvas B e C) devem ser comprados em quantidades menores, uma vez que, ao mesmo tempo que ajudam a diversificar seu portfólio, contribuem pouco para a sua receita.

Logística

O aumento da demanda na Black Friday se reflete em mais vendas e, como consequência, em uma operação de logística mais sobrecarregada. Para garantir que o consumidor volte, é necessário garantir que ele receba o pedido no prazo combinado e em bom estado. Também é importante oferecer um bom atendimento para os casos de trocas ou cancelamentos dentro do prazo.

Para isso, antes que a data chegue, avalie como está a logística da sua loja e veja se você está preparado para o aumento no fluxo de pedidos. Muitos marketplaces contam com parceiros de entrega. Verifique as condições de cada um para chegar preparado na Black Friday.

Para evitar gargalos, procure trabalhar com antecedência, enviando todos os produtos encomendados antes da data.

Oferta

O consumidor que deixa para comprar na Black Friday está atrás de boas ofertas. Nesse sentido, para engajar seus clientes, é importante considerar três fatores:

  • Fazer um bom cadastro do produto: título chamativo, fotos bem feitas, descrições completas e especificações detalhadas;
  • Preço e valor do frete: alinhados, evitando taxas de envio muito elevadas e que possam inviabilizar a venda;
  • Divulgação: priorização dos produtos mais relevantes e que devem ser mais destacados para o consumidor.

Gestão dos pedidos

Para entregar as vendas com antecedência, fazer uma boa gestão de pedidos é essencial para evitar o acúmulo de informações. Caso você tenha um e-commerce próprio fora de marketplaces, lembre-se de atualizar todos os canais para não gerar gargalos.

Como vimos, o cuidado com os clientes é fundamental. Por isso, atualize o status do pedido com frequência, emitindo código de rastreamento e enviando a nota fiscal da compra por email.

Por fim, para centralizar todos os dados e organizar suas vendas nos marketplaces durante a Black Friday, conte com um integrador. Essas ferramentas permitem realizar desde o cadastro dos produtos ao envio dos pedidos, além de possibilitar o acompanhamento dos seus ciclos de vendas; tudo em uma única plataforma. Conheça a Conecta Lá e veja como podemos ajudar você a começar a vender em marketplaces agora mesmo!