Precificar produtos

De acordo com uma pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), 60% das pessoas que compram pela internet consideram o preço como o primeiro fator decisivo na hora da compra, e frete grátis como segundo fator. Mas o preço que você está praticando, é atrativo? E se é atrativo, ele é saudável para o seu negócio? Preparamos 5 dicas para ajudar você na precificação dos seus produtos.

O INÍCIO

Você deve estar esperando ler algo como “pegue o custo do seu produto e multiplique por dois”, mas na verdade o começo da precificação se dá pelo objetivo que você definiu para este produto, isto é, qual a rentabilidade que você espera ter o produto que está prestes a precificar. Para chegar ao objetivo de rentabilidade, você deve considerar não só o custo do produto em si, mas outros custos como eventuais comissões, taxas de cartões, impostos, etc. Este objetivo de rentabilidade se transformará em margem de lucro, que nada mais é que o percentual que o seu negócio precisa lucrar para pagar seus custos operacionais e ser sustentável. Dependendo do seu segmento você deve considerar custos operacionais na precificação dos seus produtos, custos estes como: contas de energia, água, telefonia, aluguel… e deve também estar preparado para eventuais imprevistos que poderão ocorrer. Atente-se para os impostos, as vezes são difíceis de compreender, mas é de extrema importância entender sobre este assunto para que você não tenha surpresas. Impostos como o ICMS devem ser considerados na hora da precificação de um produto.

CONCORRENTES

O e-commerce e o marketplace geram grandes competitividades no mercado online, por isso é preciso analisar constantemente o que os seus concorrentes estão praticando. Se possível, utilize de tecnologias que ofereçam uma melhor percepção de mercado, assim você pode acabar percebendo que poderá praticar um preço mais alto que seus concorrentes sem perder clientes e gerando uma margem melhor. Falando em clientes, é importante analisar fatores que impactam no perfil de compra do seu público alvo, como classe social, hábitos de consumo e localização. Uma vez que seu público seja de classe A, muito provavelmente estará localizado em grandes centros e com um hábito de consumo mais elevado, além de ajudar na precificação estas informações ajudam muito também em campanhas de marketing.

CUIDADO AO PRECIFICAR SE BASEANDO EM CONCORRENTES

Segundo dados de uma pesquisa do aplicativo Preço Certo, ficou comprovado que 89% das 10 mil empresas que participaram da pesquisa, estavam precificando seus produtos de forma errada. Isso serve de alerta na hora de precificar seu produto se baseando no seu concorrente, utilize sempre que possíveis ferramentas de mark-up para ajudar com indicadores a precificação correta e saudável do seu produto. FRETE GRÁTIS, CUIDADO Geralmente campanhas de frete grátis ocasionam num aumento das vendas, e dessa forma o aumento no faturamento acaba mascarando um prejuízo por trás desta campanha. Entenda que faturamento não é lucro, portanto um aumento do faturamento não significa que você está lucrando mais dinheiro, fique atento.

CANAIS DE VENDA

É muito natural você encontrar preços diferentes para o mesmo produto de uma mesma loja, basta pesquisar no e-commerce e conferir na loja física para constatar a diferença. Isto se deve ao fato de que uma loja física possui um custo operacional diferente de uma loja virtual. Existe quem já abandonou o espaço físico para atuar somente no e-commerce, tudo vai depender da sua estratégia e do seu objetivo. Mas, mesmo dentro do ambiente virtual, você poderá ter custos operacionais diferentes uns dos outros, isso se dá devido ao canal de venda que você optou por utilizar.

Grandes marketplaces como Americanas.com e MercadoLivre trabalham de maneiras diferentes, alguns cobram taxas sobre as vendas, outros cobram apenas mensalidades, e ainda outros cobram os dois. Assim como em uma grande rede de loja física varejista, da qual você geralmente encontra os mesmos custos em todas as lojas físicas desta mesma rede, é interessante que você mantenha os mesmos preços independente do canal de venda online. Pesquise fórmulas de mark-up e chegue a uma rentabilidade que seja saudável e balanceada para o seu negócio.

Gostou das nossas dicas? Você pode receber gratuitamente outros materiais se cadastrando abaixo:

Fale com um nosso consultor agora!

Estamos à sua disposição para atendê-lo!