Black Friday 2020

A Black Friday é uma das datas mais importantes para o comércio mundial e, embora o evento tenha sido “importado” do exterior, também tem grande relevância no Brasil. É o dia que inicia a temporada de compras de Natal nos EUA, e oferece grandes promoções em muitas lojas. A Black Friday acontece sempre um dia depois do Dia de Ação de Graças nos EUA e, por isso, ocorre sempre na segunda quinzena do mês de novembro.

Se nos EUA o evento tem uma certa lógica comercial, aqui no Brasil a data não agrada a todos. De fato, em 2020, alguns lojistas chegaram a propor que fosse alterada para setembro, mas a mudança não foi adotada.

Ainda assim, mesmo em meio ao cenário de crise e pandemia que vivemos, o dia promete trazer algumas boas notícias ao lojistas. Vamos conhecer mais detalhes sobre essa celebração comercial? Então Acompanhe!

Black Friday 2020: quais são as expectativas em meio à pandemia?

Conforme o relatório Black Friday 2020 da GhFly, em 2020, a data de varejo mais esperada do ano se deparou com um contexto bem diverso do comum. A crise do coronavírus trouxe muitas mudanças no contexto econômico global e, por consequência, houve vários reflexos no comportamento do consumidor.

Mas, apesar da crise generalizada, alguns setores acabaram vivenciando vantagens e a

transformação digital foi impulsionada. Para se ter uma ideia, de acordo com o Compre&Confie, o e-commerce brasileiro faturou R$ 9,4 bilhões em abril, aumento de 81% em relação ao mesmo período do ano passado.

Isso significa que, para o segmento de vendas virtuais, a Black Friday de 2020 pode ser uma grande oportunidade para impulsionar as vendas. Afinal, é possível que as medidas de distanciamento social ainda estejam em voga em novembro, o que pode afetar o funcionamento das lojas físicas. Assim, muitos dos consumidores poderão de voltar às lojas online para aproveitar as promoções da data.

Leia mais: Como começar a vender no marketplace Via Varejo

Por que participar da Black Friday?

A crise econômica e a pandemia da Covid-19 tiveram impacto no comportamento do consumidor em 2020, o que pode desanimar alguns comerciantes participarem da Black Friday neste ano. Afinal, é comum que épocas de crise haja uma queda no consumo. Mesmo assim, as datas comemorativas tendem a continuar tendo importância para o varejo.

E, como vimos, em 2020 tivemos até mesmo um aumento no consumo do setor de e-commerce. Assim, se considerarmos esse panorama, a Black Friday continua sendo uma boa oportunidade para os comerciais planejarem seus estoques e elevarem suas receitas.

Leia mais: Como começar a vender no marketplace Carrefour

Quais são os produtos mais vendidos nesta data?

Quando falamos em Black Friday, em geral acreditamos que os descontos e promoções ocorrem em todas as áreas. Entretanto, nem sempre é assim, e as expectativas dos clientes nem sempre estão alinhadas com a realidade dos saldões.

Para se ter uma ideia, um estudo feito pelo site BlackFriday.com.br, que concentra descontos do período, indica que celulares e smartphones são os itens mais procurados na data, sendo a intenção de compra de 36,5% dos 1.297 entrevistados. Em seguida, vêm os eletrodomésticos (36,3%) e TVs e vídeos (29,3%).

Contudo, segundo o Promobit, plataforma de cupons e promoções, as categorias que têm mais ofertas são beleza, calçados, games, perfume e vestuário. Em outras palavras, os consumidores querem promoções de um tipo, mas os varejistas oferecem outras.

Em relação às promoções, as maiores ocorrem no segmento de livros (em média 77%), que, contudo, não são a prioridade dos consumidores. Por outro lado, os smartphones, que estão entre os itens mais buscados, costumam ter descontos de apenas 21%. Mas há descontos que coincidem com a intenção de compra, como é o caso dos eletrodomésticos, que em geral têm cerca de 51% de redução no preço.

Leia mais: B2W Marketplace: o que é e como começar a vender nele

Como se planejar?

Para poder tirar o máximo de benefícios das promoções que você pensa em oferecer na Black Friday, o mais importante de tudo é se planejar. Por isso, separamos algumas dicas para você fazer isso de maneira organizada.

Escolha os produtos que terão descontos e crie um plano de divulgação

A primeira coisa que você precisa fazer é determinar quais produtos serão colocados à venda com oferta. Para isso, avalie seu estoque e veja o que pode ter maior margem de desconto, o que está parado e aquilo que você considera uma “isca” – ou seja, uma porta de entrada para outras compras.

Depois disso, faça um planejamento para divulgar suas promoções de Black Friday 2020. Selecione imagens dos produtos e faça a comunicação com antecedência. Não se esqueça de usar o gatilho da urgência, chamando a atenção para o estoque limitado e prazo curto das ofertas.

Use anúncios online

Uma das estratégias que você pode utilizar é o remarketing. Para isso, instale o pixel e crie listas de remarketing para alguns produtos e serviços, segmentando sua audiência conforme seus interesses. Assim, no dia da Black Friday, você vai conseguir mostrar para seu público-alvo o que mais interessar a eles, aumentando as chances de conversão.

Se possível, crie uma landing page própria para a Black Friday. Dessa forma, você conseguirá obter o contato dos interessados nas suas promoções. Assim, você não só terá mais chances de vender, mas também de começar um relacionamento com esses leads, enviando sempre conteúdos e promoções que que interessem a eles.

Prepare seu time de vendas

Seja como for seu fluxo de atendimento, é necessário preparar sua equipe para o aumento no volume de vendas na Black Friday. Assim, converse com seus vendedores e oriente-os acerca de sua atuação, seja prospecção ativa ou inbound marketing. Ressalte também quais serão as ofertas para não haver risco de desalinhamentos.

Revise ainda sua loja online para que ela esteja o mais otimizada possível para as vendas, pois isso aumentará as chances de que seus consumidores se sintam à vontade, maximizando a possibilidade de conversões.

Leia mais: Vitrines Inteligentes: conheça os benefícios para sua loja virtual

Dicas práticas para vender mais na Black Friday 2020

Embora cada segmento possa desenvolver estratégias diferentes para a Black Friday, há alguns pontos que podem ser adotados por quase todo o comércio. São eles:

 

  • Fazer promoções dos produtos mais procurados;
  • Investir em divulgação online;
  • Não fazer ofertas “maquiadas”;
  • Planejar as campanhas antes de colocá-las no ar;
  • Preparar-se para o aumento da demanda;
  • Utilize marketplaces para aumentar a exposição dos seus produtos.

 

Como a Conecta Lá pode ajudar na Black Friday 2020

Esperamos que você tenha compreendido melhor o que esperar da Black Friday 2020 e como se preparar para ela. E, se você quer investir em Marketplaces para aproveitar ainda mais as oportunidades desta data, saiba que existe uma maneira muito fácil e ágil de acessá-los, ajudando você a maximizar os resultados da sua empresa: trata-se da Conecta Lá.

Por meio da nossa solução, a sua empresa consegue disponibilizar os seus produtos em diversos marketplaces ao mesmo tempo. Não importa em quantas plataformas você estiver, tudo – anúncios, controle de estoque e vendas – é controlado de forma centralizada, em um ambiente único.

Entenda em 10 passos como a Conecta Lá pode ajudar a sua empresa a vender mais:

  • Integre o sistema da sua empresa ao nosso e cadastre seus produtos;
  • Seus produtos serão publicados nos principais marketplaces do País;
  • Nosso time de especialistas cuida das vendas e mantém contato constante com os marketplaces para gerar novas ações;
  • Suas vendas ficam disponíveis em tempo real em nosso sistema;
  • Você pode exportar pedidos e emitir notas fiscais tanto pelo seu sistema atual quanto no nosso;
  • Com mais de 600 parceiros de logística, oferecemos as melhores opções de entrega para o cliente;
  • Em nosso sistema, você pode gerar etiquetas de postagem com apenas um clique;
  • Feito isso, reportaremos o status de cada pedido às plataformas. Enquanto isso, você pode acompanhar quando e quanto irá receber;
  • A cada ciclo de venda, nosso sistema atualizará o extrato financeiro da sua empresa;
  • Sempre que um ciclo for concluído, você passa a ter acesso a uma série de relatórios que podem ajudar na gestão da sua empresa.

Conheça mais sobre a Conecta Lá e comece a vender em marketplaces agora mesmo!