EEste artigo irá explorar o assunto apresentando dicas e dificuldades para quem deseja começar a vender artesanato pela internet. Ter uma loja online significa expor a marca, aumentar a probabilidade de compra além de proporcionar que o produto seja visualizado em vários lugares do país.

O e-commerce como é chamado o comércio pela internet, possibilita a venda e visualização dos produtos através de uma plataforma online. Nesse modelo o comprador tem a escolha de várias formas de pagamento e tem a possibilidade de acessar de qualquer lugar e fuso horário. Porém diferente de diversos segmentos, como fazer para vender artesanato online?

Uma dificuldade importante de ser frisada, que vai ser encontrada, e infelizmente ainda não há uma forma de saná-la, é o contato físico com a arte que irá ser vendida. Os compradores têm uma necessidade de ver a obra ao vivo e poder analisá-la, mas, mesmo com essa dificuldade esse mercado tende a crescer, o que tem que ser um impulso ao empreendedor para que se criem alternativas criativas para se vencer os obstáculos, um exemplo disso é a participação em feiras, que irão aproximar o público da sua marca e ajudar a criar a reputação necessária.

Outro ponto a ser levado em consideração quando se trata de vender pela internet é ter um bom design e apresentação do site e dos produtos (caso seu desejo seja criar um site exclusivo para a venda do seu produto), além de garantir a segurança do cliente contra vírus, para que não se perca a oportunidade de vender o produto desejado. Proporcionar que o negócio seja fechado e literalmente facilitado é fundamental para ter um negócio de sucesso na internet.

FORMAS DE VENDER ARTESANATO NA INTERNET

Além da opção de você ter seu próprio site na internet para vender artesanato, existem algumas outras maneiras eficazes para se obter bons resultados para o seu negócio. Você pode buscar um bom fornecedor de plataforma de e-commerce e alugar o sistema, porém é preciso pesquisar sobre cada opção e ver qual melhor atende às suas expectativas e realidade financeira.

Já ouviu falar em MARKETPLACE?

Você pode clicar aqui e ler nosso artigo sobre o assunto, mas resumidamente são sites ou plataformas que vendem diversos produtos dos mais variados segmentos de diversos fornecedores. O bacana é que existem marketplaces exclusivos para o segmento do artesanato, alguns vão lhe oferecer planos mensais dos quais você paga uma única mensalidade, e outros cobrarão uma taxa por cada venda efetuada. A vantagem é que você poderá vender seus produtos mais rapidamente e com mais facilidade, uma vez que a plataforma ou site já existe e está pronto para receber o cadastro dos seus produtos, mas existe a desvantagem de estar em um local onde seu concorrente também está presente, por isso vale a dedicação de ter boas imagens para atrair, uma boa descrição para despertar interesse e uma boa logística para se destacar entre os demais. Você também pode vender artesanato pelas redes sociais, principalmente se você já gasta boa parte do seu dia nelas.

O Facebook possui ferramentas ideais para montar seu e-commerce na rede social, mas o Instagram, no último ano, apresentou um melhor desempenho para os lojistas virtuais dos mais variados segmentos, na dúvida: esteja presente nas duas.

Gostou das nossas dicas? Cadastre-se abaixo e receba outros artigos gratuitamente:

Fale com um nosso consultor agora!

Estamos à sua disposição para atendê-lo!